Processando

Área do Participante

Bolso e Futuro

Bolso e Futuro é um programa de Educação Financeira e Previdenciária da Vikingprev.

O objetivo é disseminar conhecimento e orientar os participantes sobre a importância de um planejamento financeiro e previdenciário.

Publicações

Mercado Financeiro e Juros

Postado em: 21/12/2020

Imagem interna

Mercado Financeiro e Juros



Todos os dias, diante das notícias na internet, jornal ou TV você está conhecendo um pouco mais de Economia, seja uma reportagem sobre Selic, inflação, desemprego, importação e exportação ou crescimento/retração do país.


Estes fatores têm impactos no seu dia a dia e, também, no seu dinheiro. Veja a seguir.

Mercado Financeiro

Uma das principais áreas da Economia é o Mercado Financeiro.Ele pode ser comparado a um mercado tradicional, onde você encontra variados produtos de investimentos e escolhe o que melhor cabe à sua necessidade, perfil e bolso. O principal objetivo do mercado financeiro é colocar juntos os compradores e os vendedores de um determinado negócio. Ele permite a compra e venda de valores mobiliários como ações e outros títulos, mercadorias (como pedras preciosas ou produtos agrícolas) e outros bens.



Existe uma variedade muito grande de produtos financeiros para escolher na hora de investir seu dinheiro. O ideal é combinar seu perfil de investidor (apetite por rentabilidade) com sua tolerância ao risco.
Saiba que conhecer o mercado financeiro e investir bem é tão importante quanto economizar,pois um dinheiro mal investido faz todo o esforço da poupança ser desperdiçado.


Juros
Juro é a remuneração cobrada pelo empréstimo de dinheiro.Essa taxa é cobrada como uma “compensação”paga pela pessoa que solicita o empréstimo(tomador) para ter o direito de usar o dinheiro até o dia do pagamento.

Aquele que empresta o dinheiro (credor), por outro lado, recebe os juros por não poder usar esse dinheiro até o dia do pagamento e por correr o risco de não receber esta quantia de volta (risco de inadimplência).


Uma taxa de juro deve remunerar baseada em:
- Risco agregado no investimento. Quanto mais arriscado o investimento, maior a taxas de juros;
- Expectativas inflacionárias;
- Custos administrativos envolvidos na operação.

Selic
As taxas de juros no Brasil são balizadas a partir da taxa SELIC, índice utilizado como referência pela política monetária.

Quando ouvimos no jornal “o COPOM fixou a taxa básica de juro sem 2%”, significa que os juros pagos pelo governo para quem compra seus títulos estão em 2% ao ano.

O aumento destes juros influencia as pessoas a pouparem mais e gastarem menos, por isso é uma maneira de controlara inflação.

No entanto, quando o governo abaixa os juros, a intenção é incentivar o consumo e impulsionar a economia do país.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa política de privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente destas condições.